skip to Main Content

Massagem de som com taças de som

Terapias de som
Massagem de som com taças de som
Efeitos fisiológicos e psicológicos

Existiram no passado, em 1041, descobertas sobre as taças de som no tempo do xamanismo. Calcula-se que as taças eram utilizadas em rituais para atingir uma consciência alterada.

Hoje podemos encontrar taças de som em toda a Asia em diversas qualidades.

As taças de som com doze metais são de origem nepalesa. Os Tibetanos compravam essas taças ao Nepal.

Profissionalmente utilizamos taças de melhor qualidade, taças com 12 metais feitas com grande sabedoria na forja.

As taças de som são aplicadas em variadíssimas formas. Infelizmente nem sempre da melhor maneira.

A utilização vai de percutir simplesmente uma taça para ouvir, escutar e sentir o som, espalhar uma bonita e harmoniosa vibração sonora e da utilização terapêutica em várias áreas de saúde e pedagogia.

Com a potencialidade acústica e vibracional acompanhamos meditações, histórias de fantasia, coaching, viagens sonoras, palestras. O som das taças fortalece a palavra e facilita a visualização.

Outra forma de utilização é a massagem de som.

Massagem de Som Peter Hess como contributo holístico para a manutenção da saúde

Peter Hess, engenheiro físico e pedagogo criou a massagem de som com taças de som e registou o método em 1984.

A aplicação dos métodos de som Peter Hess – especificamente no contexto terapêutico – baseia-se num entendimento holístico do ser humano, e da perspetiva da saúde e da doença como fenómenos vibracionais diferentes.

Nesta modalidade, a massagem processa-se através das taças de som ou das respetivas vibrações sonoras, pois as taças são colocadas sobre o corpo vestido e postas a vibrar por meio de uma suave percussão. A vibração sonora agradável e rica em harmônicos cria um espaço de bem-estar e de relaxamento. As vibrações sonoras assim geradas transmitem-se ao corpo, que em virtude de ser constituído em cerca de 70-80% por água, apresenta uma extraordinária capacidade de transmissão de som. Desta forma, as vibrações físicas das taças de som prosseguem gradualmente através da pele, dos tecidos, das cavidades corporais, dos órgãos e ossos, alcançando todo o corpo.

Os sons de uma taça são, por um lado, percecionados  como um fenómeno sensível  ao nível corporal ( plano das vibrações físicas da taça de som ) e, por outro, como impressão auditiva ( sinal acústico do som das taças ). Enquanto estímulo vibrotáctil e auditivo e ainda como impressão emocional , os sons podem desencadear diversos fenómenos de ressonância. O papel preponderante não é desempenhado apenas pelo som em si, mas sobretudo também pelo plano interpessoal, o que faz com que o efeito dos sons seja sempre muito complexo. Os diversos planos de percepção podem naturalmente  ser também abordados no contexto terapêutico, mas tal requer formação terapêutica adequada.

Neste sentido, a saúde pode ser entendida como uma questão de capacidade de ressonância. Se os diversos biorritmos do corpo vibrarem harmoniosamente ( isto é, em relações de números inteiros) entre si, nós estamos também em harmonia ou em consonância com o nosso meio e com as outras pessoas, podendo falar-se de saúde no sentido holístico. Se esta harmonia entrar em desequilíbrio, tal manifesta-se através de sintomas corpóreos ou físicos, através da desarmonia. Neste caso, é importante poder reagir às diferentes influências com flexibilidade, ou seja, com maior capacidade de ressonância possível.

Fatores perturbadores que ameaçam a harmonia natural

Ao longo da vida, surgem constantemente fatores perturbadores que podem, de forma mais ou menos sensível, ameaçar o equilíbrio harmónico. Estes fatores podem ser entendidos como vibrações desarmoniosas e arrítmicas que influenciam todo o organismo.

As relações interpessoais desarmoniosas podem também ser perturbadoras, nomeadamente a alimentação deficiente, as influências ambientais, o sono irregular, o stress, as angústias ou preocupações. A vibração harmoniosa do organismo no seu todo ou de partes do corpo pode ser perturbada, tanto no plano físico como no plano espiritual, abrindo espaço à doença.

A manutenção da saúde, ou a cura, significa manter, fortalecer e restabelecer a vibração harmoniosa e rítmica a todos os níveis.

A massagem de som Peter Hess tem um efeito positivo na gestão do stress. Neste sentido, a massagem de som pode reduzir o sofrimento de forma surpreendente e fortalecer o sistema imunitário ou apoiar os processos de recuperação, contribuindo assim para mobilizar os poderes de auto-cura.

É importante o profissional de massagem de som ter um conhecimento profundo e uma formação completa nesta área.

Cientistas procuram cada vez mais estudar os efeitos e a eficácia  dos sons e das vibrações das taças em várias áreas de saúde. Recentemente saíram doutoramentos na França e na Alemanha e brevemente em Portugal.

Em julho de 2022 aconteceu o 3º congresso nacional de terapia de som. Foram apresentadas palestras por alunos da Academia Peter Hess Portugal sobre temas muito valiosos e importantes para o nosso trabalho com o som, por exemplo, terapia de som no autismo; a importância da alimentação no autismo; terapia de som na hiperatividade; casos práticos de estudo; taças de som na estética; sons em família etc…

As taças de som bem aplicadas trazem paz, equilíbrio, tranquilidade e serenidade. Desbloqueiam ao nível físico, emocional e mental e provocam uma auto-cura.

Existem Academias Peter Hess em todo o mundo, desde da América do norte, Brasil, Austrália, Índia e em quase toda a europa.

E assim crescemos juntos, com seriedade e consciência nesta bonita profissão.


Texto de Academia Peter Hess Portugal

Diretora: Ingrid Ortelbach

Relacionado com que edição da F.A.
Relacionado com que área
Back To Top