skip to Main Content

Dia Internacional do Yoga

Hoje celebra-se o Dia Internacional do Yoga, reconhecido oficialmente pela ONU em 2014.
Alegra-nos o facto de constatarmos que cada vez mais pessoas procuram esta prática que inúmeros benefícios proporciona ao praticante e pode dar significativos contributos à sociedade, em tempos especialmente desafiantes, como estes que estamos a viver. Tempos em que a violência e o conflito estão na ordem do dia. E o Yoga vai precisamente no sentido inverso. O Yoga mostra-nos o caminho da não-violência, o caminho da paz.

Um pouco por todo o mundo somam-se hoje iniciativas para promover o Yoga. A FPY estará, a partir das 18h, nos Jardins de Belém, em Lisboa, numa iniciativa dinamizada em parceria com a embaixada da Índia, que contará com dois breves espetáculos de música e dança indiana e com uma prática de hatha Yoga. Para muitas pessoas hoje será a primeira experiência num tapete de Yoga… de muitas (esperamos!). Porque o Yoga é isso mesmo, uma prática. Só se conhece vivenciando.

Nas palavras de Georges Stobbaerts, “O yoga toca qualquer coisa de universal no ser humano e passa a fronteira entre Oriente e Ocidente. Ensina-nos uma tradição que nos apoia na modernidade. A sua linguagem do corpo, através das posturas de hatha-yoga, transcende as diferenças socioculturais tão difíceis de transpor na nossa época. Convida ao diálogo, no qual cada um guarda uma total liberdade de pensar […].” (Manual do Yoga/FMH).
“O Yoga toca qualquer coisa de universal no ser humano”. De facto, o Yoga comunica com a nossa humanidade. E tão importante que é vivê-la em pleno! Sermos plenamente humanos e termos consciência do lugar que ocupamos nesta grande família que é a Humanidade.
Continuemos, pois, a praticar Yoga, dentro e fora do tapete. Felizes dias de Yoga.

Texto de Joana Oliveira (Presidente da FPY)

Relacionado com que edição da F.A.
Relacionado com que área
Back To Top