skip to Main Content
teresa

Teresa Gonçalves

Facilitadora de biodanza desde 2011, com especialização em biodanza para crianças e adolescentes.
No âmbito do Laboratório de Aprendizagens da Câmara Municipal de Cascais, desenvolveu aulas de biodanza em contexto educativo para alunos do pré-escolar ao terceiro ciclo do ensino básico, bem como para agentes educativos, nomeadamente docentes, assistentes operacionais e encarregados de educação. Integrou igualmente um projeto para pais e filhos no âmbito da educação especial.
Atualmente, para além de facilitar em grupo regular semanal em S. Pedro do Estoril (Fundação O Século), colabora com a Aria – Associação de Reabilitação e Integração Ajuda, através da implementação de aulas de biodanza semanais a pessoas com problemas de saúde mental.

 

Biodanza para Crianças e Jovens (Adultos sem crianças são igualmente bem vindos)

Biodanza significa “dançar a vida”.
Em Biodanza a criança aprende a escutar o seu corpo, a perceber-se a si e aos demais, e a expressar-se pela dança, pelo movimento que nasce espontaneamente da emoção sentida com a música. Ao expressar-se livremente desperta os seus potenciais, a sua criatividade, afetividade, vitalidade, capacidade de desfrutar e de vincular-se com tudo o que existe.
A criança está em processo de formação da sua identidade, da sua auto perceção e do outro. As suas vivências são de extrema importância para a forma como ela irá viver o seu percurso de vida.
A Biodanza proporciona vivências positivas, vivências de segurança, de amor, de sentir-se acompanhado e cuidado, permitindo à criança descobrir- se, aos outros e ao mundo, com confiança e em segurança, construindo sua identidade e orientando-a no sentido de:

  • Desenvolver potenciais,
  • Descobrir o mundo e transformá-lo,
  • Confrontar as necessidades e desafios da complexa época em que vivemos, de incertezas e aceleração,
  • Estimular talentos, no risco e na inovação
  • Motivação para ser único e criativo, apaixonado e inteligentemente afetivo
  • Educar para a vida, para a afetividade
  • Aprender a ser feliz
Back To Top
Search