skip to Main Content
miguel-boieiro-foto-08-2017

Miguel Boieiro

Nasceu em Alcochete no dia 29/05/1947. É formado em Contabilidade e Administração. Para além da sua atividade profissional, tem laborado em múltiplos setores, em especial no das autarquias locais, onde tem desempenhado vários cargos de responsabilidade, de que destacamos os seguintes:
– Presidente da Assembleia Municipal do Seixal;
– Presidente da Câmara Municipal de Alcochete, durante 19 anos;
– Presidente da Associação dos Municípios do Distrito de Setúbal;
– Presidente do Conselho Fiscal da Associação Nacional de Municípios Portugueses;
– Membro da Junta Metropolitana de Lisboa;
– Presidente da Rede Internacional “Esturiales”;
– Presidente da Assembleia Municipal de Alcochete durante cerca de 10 anos;
Atualmente é Vice-presidente da Direcção da Sociedade Portuguesa de Naturalogia, Presidente do Conselho Fiscal da Casa do Povo de Alcochete e Presidente do Conselho Fiscal da Associação Portuguesa de Esperanto;
Dá aulas de Fitoterapia e Esperanto na Universidade Intergeracional de Benfica, e na Escola Comunitária de Alcochete (Amikeca Grupo);
É membro da Sociedade da Língua Portuguesa, da Associação Portuguesa de Esperanto, da Associação Universal de Esperanto, da UNICEPE – Cooperativa Livreira de Estudantes do Porto, da International Friendship League, da Liga dos Amigos do Jardim Botânico da Faculdade de Ciências de Lisboa, entre outras
Associações e Coletividades;
Prestou consultadoria em agricultura biológica à Sociedade Agrícola Herdade do Alto do Pina, S.A. (Libertas Natura);
Cursou a disciplina de Fitoterapia (Curso de Botânica Aplicada à Naturopatia) do Instituto Hipócrates;
Foi distinguido com o diploma de Embaixador da Paz pela World Peace Federation, com o Prémio Ambiente pela Associação “Amigos da Terra” e com a Medalha D. Manuel I da Câmara Municipal de Alcochete;
Tem participado em numerosos congressos e encontros internacionais sobre a paz, a ecologia, o esperanto e a cooperação internacionalista, em especial, nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Canadá, Chéquia, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Cuba, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da
América, França, Islândia, Israel, Itália, Hungria, Noruega, Palestina, Polónia, Reino Unido, Sri Lanka, Suécia e Suíça;
Artigos seus, mormente sobre botânica, alimentação, viagens e administração local, foram publicados no “Jornal da Alcochete”, “Jornal Alcachete”, “Correio de
Pombal” “Jornal de Pegões” e “Jornal de Arganil” e nas revistas “Saúde Actual”, “Vida Sã”, “Campismo”, “Joaninha da Agrobio”, “Poder Local” e “Movimento
Cultural”, entre outras.
É autor dos livros “As Plantas, Nossas Irmãs” e “Plantas para Curar e para Comer”.

 

Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM)

Os diversos microclimas que existem no nosso País e em particular, as benesses dos climas atlântico e mediterrânico, favorecem o aparecimento espontâneo de
espécies vegetais que, se bem aproveitadas, poderão ser um fautor importante da saúde das populações.

Back To Top
Search