skip to Main Content
Dania

Dania Neumann

Dania Neumann interessou-se desde muito jovem na arte da percepção do movimento.

Nasceu em 1959, Villach, na Áustria. Estudou filologia românica uma das causas pelas quais começou a conhecer e viver na Península Ibérica.

Depois de experimentar e aprofundar várias técnicas de dança, métodos de terapias corporais e de movimento (Buthô, Capoeira, método Feldenkrais, Movimento Autêntico, Bioenergetica, Terapia de forma..), aprendeu também com um shaman sudamericano e dedicou-se a filosofia oriental, sobretudo aos ensinamentos de Jiddu Krishnamurti, escolheu a formação profissional em Dançoterapia/ Análise do Movimento, método Cary Rick na Áustria.

Encontrou através da Análise do Movimento uma forma de unir a filosofia oeste e este e poder apoiar muita gente na auto-cura.

Instalou-se em Portugal, Cascais, Lisboa em 1996 e começou a trabalhar num consultório privado dando apoio psico-terapêutico através da Ánalise do Movimento a adultos, jovens e crianças, individual e em grupo.

Começou a especializar-se ao longo dos anos na resolução de traumas, em perturbações alimentares e na psicossomática em geral.

Organizou workshops e seminários de auto-conhecimento e cursos de sensibilização ao método, também em instituições como no Instituto Superior de Psicología Aplicada (Ispa-dfp), no hospital do Júlio de Matos e em outros.

Entre 2000 e 2010 organizou Formações Profissionais de Análise do Movimento em Portugal.

Ao longo dos anos deu palestras, dirigiu workshops em jornadas e congressos em Portugal, Espanha, Austria e Austrália.

Ultimamente trabalhou também na Áustria e deu workshops também na República Checa.

Dedica-se há mais de 25 anos à pesquisa da interligação entre movimento e psique e aos „conflitos do embodiment“, resolução prática das doenças inerentes através da Análise do Movimento.

É formadora, supervisora e terapeuta didáctica.

www.danianeumann.com


Workshop
Impulsos do Movimento

„perceber, verbalizar, criar“

„sentir, pensar, agir“

O nosso movimento do corpo é o primeiro recurso de viver uma vida autónoma.

Já na barriga da mãe os nossos movimentos se desenvolvem e depois nos primeiros dois anos da vida são estimuladas através do contacto com a mãe, com os outros e com o meio ambiente.

As nossas acções dependem da nossa forma de pensar e de sentir.

Já muito cedo adquirimos uma ideia de nos próprios, criamos o nosso „corpo invisível” já na fase pré-verbal, e esta ideia se demostra nas acções que são vividos através do movimento do nosso corpo.

Percebendo porque retemos ou vivemos certos movimentos e interacções sentindo o „conflito do embodiment“, ajuda-nos a sair do padrão da vivência e da acção, assim curar as doenças de alma, corpo e espírito, melhor libertar-nos para viver a nossa essência.

Neste pequeno Workshop podemos começar a detectar quais são os impulsos verdadeiros no momento actual e entrar na percepção da interligação entre o nosso movimento do corpo e entre a motivação que temos, quando nos movimentamos

Back To Top
Search